TC Sobral (CE)

compartilhar

Localizado no Estado do Ceará, o Território da Cidadania (TC) Sobral abrange uma área de 8.396,70 Km², que inclui 17 municípios: Alcântaras, Frecheirinha, Graça, Groaíras, Meruoca, Mucambo, Pacujá, Reriutaba, Santana do Acaraú, Cariré, Coreaú, Forquilha, Massapê, Moraújo, Senador Sá, Sobral e Varjota.

Situado no Bioma Caatinga, o TC Sobral é considerado de extrema importância para uso e conservação da biodiversidade, com diversas espécies da fauna e da flora em vias de extinção. Nessa região as principais unidades de conservação são a Floresta Nacional de Sobral (661 ha); Parque Nacional de Ubajara (6.271 ha); APA da Serra da Meruoca (29.361 ha); e a área quilombola abrange 2.033 ha. Uma das principais ameaças ao meio ambiente na região é o excesso de pastoreio por cabras e ovelhas, que por conta da falta de manejo adequado, acabam sobrecarregando a vegetação nativa, causando a morte das plantas, afetando sobretudo a regeneração natural da vegetação. O excesso de abertura de  áreas de pasto para criação de gado também provoca a degradação do solo.

Neste território, atuam diversas instituições de renome que formam uma rede de pesquisa social, civil, produtiva e educacional. Tais são:  a ASA (Articulação no Semiárido) Ceará, que gerencia o Programa 1 Milhão de Cisternas e a Cáritas Diocesana de Sobral; o Sindicato de Trabalhadores Rurais (Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Santana Acaraú (STTR); o Instituto Caraúba; a Universidade Federal do Ceará; a Universidade Estadual do Vale Acaraú (UVA); o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFC) tem um campus na cidade de Sobral. A Embrapa Ovinos e Caprinos presta apoio na pesquisa e desenvolvimento para agricultura e pecuária em condições semiáridas.

Comunidades

Sua população é de 450.391 habitantes (IBGE/2010), dos quais 128.767 vivem na área rural, o que corresponde a 28,59% do total. No Território também há uma comunidade quilombola.

As comunidades rurais praticam a agricultura familiar, com roçados e pequenas criações de animais.

Sistema Agrossilvipastoril

O Projeto Bem Diverso atua na região com ações de manejo e recuperação da Caatinga utilizando Sistemas Agrossilvipastoris. Tais sistemas consistem em integrar práticas agrícolas, pastoris e florestais para aumentar a produtividade e sustentabilidade das comunidades rurais, o que contribui ainda para fixação do agricultor no campo.

Essas e outras experiências de atuação do Bem Diverso nesse Território serão sistematizadas e encaminhadas para instâncias de governos e sociedade civil a fim subsidiar a elaboração e/ou adequação de políticas públicas associadas à produção de alimentos com o manejo da Caatinga. 

Parceria

No TC Sobral, o Projeto Bem Diverso é coordenado pela Embrapa Caprinos e Ovinos, que está localizada na Fazenda Três Lagoas, Estrada Sobral/Groaíras, Km 4, Sobral (CE). Saiba mais sobre a Embrapa Caprinos e Ovinos aqui.

Notícias Relacionadas

Engajamento das comunidades tradicionais reforça desafio da conservação dos biomas

Em evento temático em Brasília, representantes de povos tradicionais e consultores técnicos do Projeto mostram a importância...

Leia Mais
Informações:
  • Bioma Caatinga
  • Estados CE
Parceiros: