TC Sobral (CE)

compartilhar

Localizado no Estado do Ceará, o Território da Cidadania (TC) Sobral abrange uma área de 8.396,70 Km², que inclui 17 municípios: Alcântaras, Frecheirinha, Graça, Groaíras, Meruoca, Mucambo, Pacujá, Reriutaba, Santana do Acaraú, Cariré, Coreaú, Forquilha, Massapê, Moraújo, Senador Sá, Sobral e Varjota.

Situado no Bioma Caatinga, o TC Sobral é considerado de extrema importância para uso e conservação da biodiversidade, com diversas espécies da fauna e da flora em vias de extinção. Nessa região as principais unidades de conservação são a Floresta Nacional de Sobral (661 ha); Parque Nacional de Ubajara (6.271 ha); APA da Serra da Meruoca (29.361 ha); e a área quilombola abrange 2.033 ha. Uma das principais ameaças ao meio ambiente na região é o excesso de pastoreio por cabras e ovelhas, que por conta da falta de manejo adequado, acabam sobrecarregando a vegetação nativa, causando a morte das plantas, afetando sobretudo a regeneração natural da vegetação. O excesso de abertura de  áreas de pasto para criação de gado também provoca a degradação do solo.

Neste território, atuam diversas instituições de renome que formam uma rede de pesquisa social, civil, produtiva e educacional. Tais são:  a ASA (Articulação no Semiárido) Ceará, que gerencia o Programa 1 Milhão de Cisternas e a Cáritas Diocesana de Sobral; o Sindicato de Trabalhadores Rurais (Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Santana Acaraú (STTR); o Instituto Caraúba; a Universidade Federal do Ceará; a Universidade Estadual do Vale Acaraú (UVA); o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFC) tem um campus na cidade de Sobral. A Embrapa Ovinos e Caprinos presta apoio na pesquisa e desenvolvimento para agricultura e pecuária em condições semiáridas.

Comunidades

Sua população é de 450.391 habitantes (IBGE/2010), dos quais 128.767 vivem na área rural, o que corresponde a 28,59% do total. No Território também há uma comunidade quilombola.

As comunidades rurais praticam a agricultura familiar, com roçados e pequenas criações de animais.

Sistema Agrossilvipastoril

O Projeto Bem Diverso atua na região com ações de manejo e recuperação da Caatinga utilizando Sistemas Agrossilvipastoris. Tais sistemas consistem em integrar práticas agrícolas, pastoris e florestais para aumentar a produtividade e sustentabilidade das comunidades rurais, o que contribui ainda para fixação do agricultor no campo.

Essas e outras experiências de atuação do Bem Diverso nesse Território serão sistematizadas e encaminhadas para instâncias de governos e sociedade civil a fim subsidiar a elaboração e/ou adequação de políticas públicas associadas à produção de alimentos com o manejo da Caatinga. 

Parceria

No TC Sobral, o Projeto Bem Diverso é coordenado pela Embrapa Caprinos e Ovinos, que está localizada na Fazenda Três Lagoas, Estrada Sobral/Groaíras, Km 4, Sobral (CE). Saiba mais sobre a Embrapa Caprinos e Ovinos aqui.

Notícias Relacionadas

Em Sobral, Projeto Bem Diverso atua com ações de manejo e recuperação da Caatinga

Localizado no estado do Ceará, o Território da Cidadania é considerado de extrema importância para uso sustentável e...

Leia Mais
Umbu se destaca na paisagem em maior safra dos últimos três anos

Fruto símbolo da Caatinga proporciona desenvolvimento econômico às comunidades do Território do Sertão do São Francisco (BA)

Leia Mais
A experiência de comunidades tradicionais e o relacionamento intrínseco com a Caatinga

Os sertanejos desenvolveram técnicas de convivência com o semiárido ao longo dos anos para se adaptar a falta de chuvas,...

Leia Mais
Frutos típicos são indispensáveis para uma produção sustentável no Sertão do São Francisco

A biodiversidade da Caatinga dispõe de uma grande variedade de plantas que se adaptam ao período de chuvas irregulares

Leia Mais
Informações:
  • Bioma Caatinga
  • Estados CE
Parceiros: