Bem Diverso participa de seminário internacional de Inovação Social

compartilhar

Com foco na construção de políticas públicas, o evento promove o intercâmbio de estratégias e práticas de inovação social no Brasil e no exterior

O Bem Diverso participa, nos dias 7 e 8 de março, em Brasília, do seminário internacional ‘Inovação Social em Políticas Públicas’. O evento, promovido pela Secretaria de Governo, tem como objetivo promover o diálogo e a troca de estratégias e práticas de inovação social no âmbito das políticas públicas, no Brasil e no exterior. Representantes do setor público, sociedade civil, membros da academia e de diversas instituições nacionais e internacionais foram convidados.

Durante o encontro, os participantes poderão conversar com técnicos do projeto e conhecer mais sobre as iniciativas de manejo sustentável e de sistemas agroflorestais. O estande da Embrapa também terá em exibição produtos da sociobiodiversidade das cooperativas e associações de pequenos produtores e extrativistas das regiões onde o projeto atua.

Entender o que é inovação social e como ela pode contribuir com o bem-estar e promover o desenvolvimento humano é um dos desafios do evento. Inovação social pode ser entendida como a construção e gestão participativas de atividades em busca de novas soluções para problemas sociais. Soluções que visem o desenvolvimento sustentável e que funcionem melhor, sejam mais eficientes, sustentáveis ou justas do que as que já existiam.

A inovação social no Bem Diverso promove os três eixos do desenvolvimento sustentável: social, econômico e ambiental. Em alguns casos, a aplicação participativa de tecnologias em contextos comunitários é a própria geradora de inovação social. “A união do conhecimento científico com o saber tradicional é um dos eixos do Bem Diverso. Nossos técnicos e parcerios trabalham junto com as comunidades para encontrar soluções que se adaptem melhor à realidade delas”, explica Aldicir Scariot, Coordenador do Projeto e Pesquisador da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia.

No Sertão do São Francisco, por exemplo, o Bem Diverso trouxe um especialista para apoiar o desenvolvimento de um detergente feito a partir do óleo do Licuri, um antigo desejo da comunidade. “Ao mesmo tempo que promove a conservação da Caatinga, a iniciativa gera renda para pequenos agricultores e comunidades tradicionais. Um exemplo de tecnologia social promovendo o desenvolvimento sustentável”, complementa o pesquisador da Embrapa.

Outro caso de destaque do projeto é  Coletivo da Castanha, no Acre. Para lidar com a dificuldade de comunicação entre as cooperativas e associações do bioma Amazônia, o projeto promoveu reuniões e rodas de conversa que culminaram em uma solução tecnológica simples, mas eficiente: a comunicação digital.

Agora, mais de 30 organizações de sete estados produtores de Castanha-do-Brasil estão conectadas em um grupo de mensagens discutindo, diariamente, desafios comuns como gargalos na produção, técnicas de manejo e preços praticados no mercado, explica Fernando Moretti, Assessor Técnico do Projeto. “O que poderia ser uma competição entre agroextreativistas, tornou-se uma plataforma de colaboração e fortalecimento social”, afirma Moretti.

 

Projeto Bem Diverso

O Bem Diverso promove a conservação e o uso sustentável da biodiversidade no Brasil. Dessa forma, ao mesmo tempo em que preserva o meio ambiente, o projeto ajuda a garantir renda e sustento para centenas de famílias que vivem da terra e do campo.

As ações estão espalhadas por seis regiões com grande riqueza de biodiversidade mas que possuem baixos Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) no Cerrado, na Caatinga e na Amazônia.

O projeto é uma iniciativa da Embrapa em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e é financiado pelo Fundo Global do Meio Ambiente (GEF). 

 

Serviço:

Evento: Seminário Internacional Inovação Social em Políticas Públicas

Data: 7 e 8 de março de 2018

Local: Instituto Serzedelo Corrêa (ISC/TCU), Brasília-DF

Mais informações: http://www.secretariadegoverno.gov.br/seminario-2018

 

Conheça outros exemplos e descubra como o Bem Diverso usa a inovação social para promover o desenvolvimento sustentável:

Coletivo da Castanha

Coletivo da Castanha



© Fernanda Barban/Projeto Bem Diverso, O Coletivo da Castanha conecta cerca de 30 cooperativas e associações produtoras de Castanha-do-Brasil