Selecionadas agroindústrias para implantação de Boas Práticas de Fabricação

compartilhar

Projeto Bem Diverso e Embrapa Agroindústria de Alimentos vão implementar técnicas de higiene industrial, ambiental e pessoal, além de acompanhar a aplicação das regras por alguns meses em fábricas de Montes Claros, em Minas Gerais

Técnicos do Projeto Bem Diverso e da Embrapa Agroindústria de Alimentos, do Rio de Janeiro, selecionaram os dois empreendimentos de fabricação de alimentos que vão receber o curso de formação de Boas Práticas de Fabricação (BPF), entre 1º e 5 de julho, na Área de Experimentação e Formação em Agroecologia (AESA), em Montes Claros (MG), Território da Cidadania Alto Rio Pardo. 

As agroindústrias Grande Sertão e aCooperativa de Agricultores Familiares Agroextrativistas de Água Boa 2 (Coopaab), produtoras de polpas de frutas, vão passar por diagnóstico e auditoria de seus processos de fabricação. Após avaliação, os técnicos vão implementar as práticas do BPF para assegurar as condições de saúde, saneamento e higiene na fabricação alimentícia.

Alguns componentes que fazem parte das Boas Práticas de Fabricação são o controle e monitoramento de processos de produção, higiene industrial, ambiental e pessoal, controle de qualidade da água, gestão de riscos de contaminação, componentes de segurança do trabalho e saúde ocupacional do manipulador de alimentos. Durante alguns meses, as agroindústrias vão passar por inspeções e serão acompanhadas na aplicação das técnicas. 

“A gente pretende contribuir na formação, consolidar e fortalecer a capacidade coletiva, daquele território, que já existe, em relação às boas práticas de fabricação”, explica o consultor do Projeto Bem Diverso, João Ávila. 

Além da implementação nas fábricas, quatros pesquisadores da Embrapa e técnicos do Projeto Bem Diverso vão ministrar um curso para representantes das duas produtoras e de cooperativas, agentes públicos, técnicos de extensão, professores e estudantes de universidades e institutos federais.

Segundo Fernando Moretti, Assesor Técnico do Bem Diverso, a melhoria dos processos de produção das agroindútrias agrega qualidade e valor aos produtos da sociobiodiversidade, o que contribui diretamente para o aumento da renda familiar dos extrativistas e para a conservação das espécies nativas do Território. 

agro 1

agro 1



agro 3

agro 3



agro 4

agro 4