Frutos típicos são indispensáveis para uma produção sustentável no Sertão do São Francisco

compartilhar

A biodiversidade do bioma dispõe de uma grande variedade de plantas que se adaptam ao período de chuvas irregulares

As atividades do Projeto Bem Diverso se dividem seis Territórios da Cidadania (TC), localizados nos biomas Amazônia, Cerrado e Caatinga. Caracterizada pelo clima semiárido e a vegetação que se adapta aos períodos de estiagem, a Caatinga é um bioma exclusivamente brasileiro sendo encontrado, principalmente, na região Nordeste. 

Em meio a essa região, está localizado o TC do Sertão do São Francisco, que engloba dez municípios do norte da Bahia: Campo Alegre de Lourdes, Canudos, Casa Nova, Curaçá, Juazeiro, Pilão Arcado, Remanso, Sento Sé, Sobradinho e Uauá. Essas cidades agregam diversos povos tradicionais que, ao longo dos anos, desenvolveram práticas de convivência com o Semiárido.

A agrobiodiversidade da Caatinga dispõe de uma grande variedade de plantas que se adaptam ao período de chuvas irregulares. Neste território, o Bem Diverso desenvolve atividades com três espécies: umbu, maracujá-da-caatinga e licuri. Além de estarem na dieta dos sertanejos, as ações de extrativismo sustentável têm sido uma alternativa para a geração de renda das comunidades através da comercialização de seus produtos, como geleias, doces, cremes e licores.

Desde que começou a atuação no TC Sertão do São Francisco, o Bem Diverso tem desenvolvido atividades como o mapeamento participativo das comunidades tradicionais de fundo de pasto, que constituem o território baiano há séculos. 

Para a pesquisadora Paola Bianchini, essa ação é muito relevante para as comunidades. “São nesses espaços que conseguimos traduzir e sintetizar e esquematizar diversas formas de gestão e uso dos territórios”, declara. 

O projeto também realizou a Oficina de Comunicação Popular que capacitou cerca de 80 estudantes do ensino fundamental e médio, pertencentes à zona rural. Como resultado da oficina, os alunos elaboraram produtos que farão parte de um material didático contextualizado a região em que vivem.

Oficina de Comunicação Popular EFA Sobradinho, novembro

Oficina de Comunicação Popular EFA Sobradinho, novembro



Oficina de Comunicação Popular EFA Sobradinho, novembro © Ingryd Hayara

Para 2019, a equipe do Bem Diverso pretende dar continuidade a algumas ações que estão em andamento, como o mapeamento participativo das comunidades de fundo de pasto e a parceria com a Rede de Escolas Famílias Agrícolas Integradas do Semiárido. Também está prevista a elaboração dos indicadores de monitoramento e sustentabilidade dos fundos de pasto, dando assim a possibilidade de iniciar os procedimentos de monitoramento dessas comunidades.

Além disso, o Bem Diverso planeja levar o debate das ações em comunidades tradicionais para eventos como o Semiárido Show, que aborda a agricultura familiar nos territórios semiáridos, e o XI Congresso Brasileiro de Agroecologia que, a cada dois anos, reúne pesquisadores e representantes dos povos tradicionais de todo o país para discutirem a agricultura diante de uma perspectiva ecologia. 

De acordo com Paola, esses eventos são espaços importantes para dar visibilidade a questões referentes ao Sertão do São Francisco, além de oferecer a oportunidade de compartilhar conhecimentos.

Saiba mais sobre o Território: https://bit.ly/2TmXMeG.

Ingryd Hayara, colaboradora do Projeto Bem Diverso no TC do Sertão do São Francisco

Notícias Relacionadas

Engajamento das comunidades tradicionais reforça desafio da conservação dos biomas

Em evento temático em Brasília, representantes de povos tradicionais e consultores técnicos do Projeto mostram a importância...

Leia Mais
Preservação do Cerrado encontra mercado a partir dos produtos da biodiversidade

Parceria com Central do Cerrado fortalece elo entre produção e consumo com melhoria dos modos de vida tradicionais

Leia Mais
Em Sobral, Projeto Bem Diverso atua com ações de manejo e recuperação da Caatinga

Localizado no estado do Ceará, o Território da Cidadania é considerado de extrema importância para uso sustentável e...

Leia Mais