Em visita ao Brasil, missão da Mauritânia conhece a Embrapa e o Bem Diverso

compartilhar:

Os membros da missão africana buscam colher experiências do governo brasileiro que enriqueçam a implementação de projetos e programas de desenvolvimento econômico local

Com o objetivo de obter mais informações sobre a rica experiência do Brasil em governança regional e desenvolvimento econômico local, uma missão da Mauritânia visitou a Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia e conheceu alguns projetos realizados pela instituição, com foco no Projeto Bem Diverso, uma parceria entre a EMBRAPA, PNUD e Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF). A reunião entre os membros da missão, organizada pelo PNUD Brasil, e a equipe da Embrapa foi realizada na tarde desta segunda-feira (23).

Em visita ao Brasil, missão da Mauritânia conhece a Embrapa e o Bem Diverso

Em visita ao Brasil, missão da Mauritânia conhece a Embrapa e o Bem Diverso



Em visita ao Brasil, missão da Mauritânia conhece a Embrapa e o Bem Diverso © Lara Aliano/ Agência MOC

A Mauritânia busca estabelecimento de agências regionais para o desenvolvimento econômico local. Por isso, colher experiências do governo brasileiro enriquecem a implementação de projetos e programas de desenvolvimento econômico local, com o reforço da participação das comunidades nos processos de desenvolvimento e o estabelecimento de plataformas locais de aprendizagem contínua, inovação e parcerias.

Um dos projetos apresentados aos membros da missão africana foi o Bem Diverso. Seus pilares estão estruturados no manejo das espécies da biodiversidade local, na adaptação de tecnologias adequadas aos pequenos produtores para que faça o melhor uso dos produtos extraídos das florestas e savanas, no desenvolvimento de capacidades técnicas e no acesso ao mercado dos produtos.

“A importância de se ter um projeto internacional como esse dentro da Embrapa é que, através do conhecimento desenvolvido ao longo do tempo,  é possível disponibilizar essas tecnologias para agregar valor e aumentar a qualidade e quantidade da produção dos parceiros do campo”, definiu o coordenador do Bem Diverso, Aldicir Scariot.

Apresentação Embrapa aos membros da missão do país africano

Apresentação Embrapa aos membros da missão do país africano



Apresentação Embrapa aos membros da missão do país africano © Lara Aliano/ Agência MOC

Durante a reunião, o supervisor de Relações Bilaterais da Embrapa, Rodolfo de Oliveira, explicou que o enfoque do Bem Diverso é relativamente novo no País, por levar em consideração, nos diversos territórios em que atua, toda sua composição como as experiências históricas da sua etnia, as expressões culturais, a biodiversidade de suas espécies.

A dinâmica na atuação junto às comunidades chamou a atenção do secretário-Geral do Ministério do Interior e Descentralização da Mauritânia, Mohamed Soueidatt, que declarou seu interesse, após agradecer a recepção. “O projeto de vocês é muito interessante e sempre esteve em minha em minha ambição. Esperamos de verdade aproveitar as parcerias em prospecção”.

Ao longo de 45 anos da Embrapa, o relacionamento de cooperação foi uma prioridade. A relação internacional, principalmente, com a África se fortaleceu a partir do ano 2000 com projetos de intercâmbio de conhecimento, transferência de experiência de tecnologias da instituição brasileira em ambientes de solo e clima similares a vários países africanos

Além da equipe técnica do Bem Diverso, também participou da reunião o Chefe Substituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa, Marcos Gimenes, A missão da Mauritânia contou ainda com os dirigentes do Ministério do Interior e Descentralização Abdy Abdy e Meimou M’Hamada; o diretor de Estratégias do Ministério da Economia e Finanças, Mohamed Teghre; a vice-Presidente da Associação Nacional de Prefeitos, El Aliya Menkouss; e o representante residente adjunto do PNUD José Levy.

Lara Aliano/ Agência MOC