Café especial: o resgate das centenárias tradições Geraizeiras

compartilhar


Os cafés especiais produzidos no Território do Alto Rio Pardo, no norte de Minas Gerais, refletem uma tradição de mais de dois séculos no cultivo pelo sistema de sombreamento, no qual o café consorcia-se com outras espécies arbóreas como as ingazeiras e outras nativas do Cerrado em um Sistema Agroflorestal adequado à formação do sombreamento nos anos seguintes.

Este modelo, no entanto, foi fortemente desestruturado pelo avanço da monocultura de eucalipto e da mineração nos últimos anos, resultando na pressão sobre os recursos naturais e afetando a qualidade e o modo de vida dos Geraizeiros. É neste contexto, que o Bem Diverso atua para o resgate das plantações de café sombreado como legado aos produtores das comunidades locais.

O trabalho, em parceria com instituições locais e com forte engajamento das comunidades tradicionais, contribui para a conservação da biodiversidade brasileira em paisagens de múltiplos usos por meio do manejo sustentável da sociobiodiversidade e de Sistemas Agroflorestais. É assim que os cafezais ajudam a assegurar os modos de vida das comunidades tradicionais Geraizeiras de agricultoras e agricultores familiares, gerando renda e melhorando a qualidade de vida.

Agência MOC

Notícias Relacionadas

Resgate histórico e geração de riqueza no Alto Rio Pardo de Minas

Atividades do Projeto resgatam as histórias dos povos tradicionais a partir do extrativismo sustentável em uma área de...

Leia Mais
Café especial de Alto Rio Pardo alcança mercados ainda maiores propagando as histórias e cultura das comunidades Geraizeiras

Valorização exponencial na comercialização das sacas produzidas por agricultores familiares e excelentes resultados em...

Leia Mais