Abertas inscrições para terceira edição da capacitação sobre SAF’s

compartilhar

As inscrições para a terceira edição do curso “Sistemas Agroflorestais para pequenas propriedades do semiárido brasileiro”, realizado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) começam no no dia 12 de maio. A capacitação é online, gratuita e as inscrições podem ser feitas no site da instituição.

 

“A ideia é contemplar os interessados que não puderam se inscrever, já que as sete mil vagas oferecidas anteriormente se esgotaram. Apesar de ser um curso para o semiárido, também está aberto a pessoas de outras regiões e até estrangeiros interessados na temática”, ressalta o zootecnista Éden Fernandes, Ponto Focal do Projeto Bem Diverso no Território Sobral (CE).

 

O curso foi elaborado para atender as demandas de atualização tecnológica de agricultores familiares, estudantes, professors e técnicos que são atuantes ou com potencial de atuação nos Territórios Sertões de Sobral e Sertões de Crateús, que participam dos projetos Bem Diverso e Redinovagroeco. Também podem se inscrever, outros interessados no tema.

 

A partir do curso, a expectativa é que os participantes sejam capazes de propor práticas para implantar SAF’s em pequenas propriedades – de até três hectares – considerando o papel das árvores quanto aos aspectos produtivos e de proteção. “Com esses conhecimentos, o agricultor poderá propor combinações de árvores com animais ou com culturas agrícolas, para atender uma necessidade mais conservacionista ou mais do ponto de vista produtivo”, explica Éden .

 

"Essa sensibilização é importante para que práticas de degradação sejam substituídas pela conservação das matas. E isso é possível”, ressalta Éden, ao apontar que a formação tem impactos diretos no trabalho dos pequenos agricultores.

 

A capacitação tem carga horária de 16h e cada aluno terá o prazo de 21 dias, a partir da data de inscrição, para concluir o curso que é dividido em três módulos: conceitos de sistemas agroflorestais; classificação de sistemas agroflorestais e sua classificação; descrição de sistema agroflorestal para pequena propriedade no semiárido.

 

O Projeto Bem Diverso é fruto da parceria entre Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), com recursos do Fundo Mundial para o Meio Ambiente (GEF). O objetivo é contribuir para a conservação da biodiversidade brasileira em paisagens de múltiplos usos, por meio do manejo sustentável da biodiversidade e de sistemas agroflorestais (SAFs), de modo a assegurar os modos de vida das comunidades tradicionais e agricultores familiares, gerando renda e melhorando a qualidade de vida.